sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Filme crepúsculo causa ataque epilético

Segundo  o portal de notícias g1  Uma cena da primeira parte de "Amanhecer", da saga "Crepúsculo", tem causado convulsões em algumas pessoas que foram assistir ao filme nos cinemas norte-americanos, de acordo com o site da "CBS".



O californiano Brandon Gephart afirma que estava assistindo ao longa na sexta-feira (18) passada quando começou a passar mal.
A namorada Kelly Bauman, que o acompanhava, conta que Brandon subitamente começou a "ter convulsões, a fazer barulhos e a tentar respirar". Ele foi levado ao hospital e a sessão foi encerrada prematuramente.

Isto já havia acontecido algum tempo atrás com um desenho, foi no capítulo 38, exibido no Japão no dia 16 de dezembro de 1997, o personagem Pikachu, um dos principais da série, emitiu a certa altura raios de luz colorida. Depois de assistir à cena de apenas cinco segundos, 12000 crianças passaram mal, segundo dados das autoridades japonesas. Pelo menos 600 foram internadas com convulsões. Mais tarde, quando trechos do programa foram exibidos nos telejornais noturnos, muitos adultos também foram afetados.



Agora novamente isto tornou a acontecer,outros casos parecidos foram registrados no país, todos na mesa cena, que contém luzes vermelhas, pretas e brancas piscando rapidamente.

Temos que tomar cuidado com oque estamos vendo, estas novas tecnologias estão mechendo com nossa funções vitais, e provocando disturbios psicossomáticos   já haviam pesquisas revelando isto com uso de jogos eletrônicos por  crianças e com a televisão e computador, e nem sabemos ainda se podemos nos prejudicar com os filmes em 3D e  novas tecnologias de realidade virtual só o tempo dirá.

2 comentários:

  1. Sorry for my bad english. Thank you so much for your good post. Your post helped me in my college assignment, If you can provide me more details please email me.

    ResponderExcluir

Comentar é livre, criticas serão aceitas sempre, mas comente com responsabilidade, palavras de baixo calão, palavrões e imoralidades terão os comentários excluídos.