Header Ads

Os nove circulos do inferno

O Inferno é a primeira parte da "Divina Comédia" de Dante Alighieri, sendo as outras duas o Purgatório e o Paraíso. A viagem de Dante é uma alegoria através do que é essencialmente o conceito medieval de Inferno, guiada pelo poeta romano Virgílio.



 No poema, o inferno é descrito com 9 Círculos de sofrimento localizados dentro da Terra. Foi escrito no início do século XIV.

O inferno é formado por Nove Círculos, Três Vales, Dez Fossos e Quatro Esferas. Essa organização foi baseada na teoria medieval de que o universo era formado por círculos concêntricos.


 O inferno foi criado da queda de Lúcifer do Céu, o inferno torna-se mais profundo a cada círculo, pois os pecados são mais graves. Portanto os pecados menos graves estão logo no inicio, e os mais graves no final.

 Entre o vestíbulo e o primeiro círculo está o rio Aqueronte, o primeiro dos rios do inferno, onde Caronte trabalha com sua balsa transportando os mortos.




 Nos Nove Círculos do Inferno o Primeiro Círculo é o Limbo , Não se tem uma noção precisa de como se chega aqui, pois Dante desmaia no vestíbulo do inferno e quando acorda já está lá.
 Antes do limbo há um abismo sem fim, de onde se ouve os gritos dos pecadores.
 Segundo Círculo, Vale dos Ventos (luxúria) Aqui está Minos, o juiz do inferno, que ouve as confissões dos mortos.



 Terceiro Círculo, Lago de Lama (gula) aqui estão os Gulosos, oque viveram na glutonaria. Na entrada para o quinto círculo está uma cachoeira de água e sangue borbulhante e fervente cuja água era mais escura que roxa, a água desce algumas praias e forma um lago que se chama Estige, onde estão amontoados os acusados de ira, estão juntos com seus semelhantes que se batem e se torturam.




Sexto círculo, Há uma queda a partir do sexto círculo para os três vales do sétimo círculo, em seguida, novamente para os dez fossos do oitavo círculo, e, no fundo, para o nono círculo de gelo.




  Os violentos contra pessoas e seus bens, estão mergulhados no rio de sangue daqueles que oprimiram, quanto mais grave o crime, maior a parte imersa. Os assaltantes dentro do rio têm apenas o peito de fora, eles são punidos por terem praticado violência contra os bens de suas
vítimas.


  Segundo Vale - Vale da Floresta dos Suicidas: Os violentos contra si mesmos (suicidas) são transformados em árvores sombrias.  Oitavo círculo, Aqui estão os fraudulentos, este círculo está dividido em dez fossos(ou Bolgias) Dante e Vírgilio são atacados pelos demônios entre os fossos cinco e seis, no oitavo círculo do Inferno, Canto  21  Quinto fosso: Os corruptos estão submergidos em um piche fervente; os que tentam ficar com a cabeça acima do caldo são atingidos por flechas atiradas por demônios.




 Sexto fosso: Os hipócritas estão vestidos com roupas brilhantes, atraentes, porém pesadas como o chumbo, este é o peso que não sentiram na consciência ao fazerem maldades. No inferno, sentem o peso de seu falso brilho.   Sétimo fosso: Os ladrões são mordidos por serpentes. têm seus corpos roubados constantemente por serpentes e outros répteis que os atravessam e os desintegram, roubando seus traços humanos.  Satanás está no Nono Círculo do Inferno, Aqui estão aqueles que, em vida, traíram seus mestres e reis. Eles sofrem intensamente por estarem submersos totalmente no gelo do Cócito, conscientes, para a eternidade.
Na cultura popular O Inferno conforme descrito por Dante na sua Divina Comédia no século XIV ficou profundamente marcado na cultura popular, e auxiliou à criar a visão de um inferno relacionado à paixão, desejo, pecado e condenação.



8 comentários:

  1. eu acredito isso e ve4rdade ecredite em jesus

    ResponderExcluir
  2. O inferno realmente existe. mas ele nao tao amigavel quanto na descriçao... temos nossos proprios demonios e perigos emergidos em nossos subconcientes. somos nossos proprios carrascos, e nao mudamos devido ao fato de ser-mos o q somos(meros humanos).

    ResponderExcluir
  3. enquanto a vida e necessario voltarmos para DEUS.

    ResponderExcluir
  4. quase tudo de bom na terra e coisa do diabo cerveja vodka com red bull , cigarro , baladas , baladas ate a madrugada , mulheres faceis a putaria em si ,entao quem morre e e fez tudo isso vai para o inferno lah vai ter isso de baude pilhas de cigarros acesos cascatas de vodka gelada com red bull varias prostitutas ti esperando para um sexo facil ,,,,,, eu creio em deus mais deichar tudo isso pra tras nao sei nao hemm...kkkkkkkk viva a farra .... iiiruuuulllllll e vamos todos para a festa do inferno que vai rolar do dia em que vcs morrerem ate o infinito ruuuurararararrraaa kkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara , quem falou que no inferno vai ser curtição? Vc acha que satã vai te deixar curtir alguma coisa? sofrimento mais nada , sofrimento além da comprienção !

      Excluir
  5. Tolo! Conheci um rapaz como vc a um tempo atrás e ele dizia a mesma coisa. E um certo dia se deparou com uma enfermidade que foi consumindo a sua vida vagarozamente mostrando-lhe o inferno em vida. E ele dizia: "Ó meu Deus, me ajude".
    Então eu me pergunto; onde está o demônio que sempre sempre o acompanhou? O mesmo que usava os seus lábios para proferir palavras de baixo calão e vulgar. Nem preciso terminar a história né. Então cuidado com a língua! Antes sua própria língua ser lansada ao inferno do que o seu corpo todo.

    ResponderExcluir
  6. Tolo! Conheci um rapaz como vc a um tempo atrás e ele dizia a mesma coisa. E um certo dia se deparou com uma enfermidade que foi consumindo a sua vida vagarozamente mostrando-lhe o inferno em vida. E ele dizia: "Ó meu Deus, me ajude".
    Então eu me pergunto; onde está o demônio que sempre sempre o acompanhou? O mesmo que usava os seus lábios para proferir palavras de baixo calão e vulgar. Nem preciso terminar a história né. Então cuidado com a língua! Antes sua própria língua ser lansada ao inferno do que o seu corpo todo.

    ResponderExcluir

Comentar é livre, criticas serão aceitas sempre, mas comente com responsabilidade, palavras de baixo calão, palavrões e imoralidades terão os comentários excluídos.