terça-feira, 27 de março de 2012

Simbolismo das cartas do tarô, arcano sete

Com a carta número sete o carro entendemos que há progresso, há projectos em andamento. Simboliza a ação, que se toma a seguir a uma decisão. Aquilo que foi resolvido está a ser executado, é a realização de projectos.


Dois cavalos arrastam uma espécie de caixa, montada sobre duas rodas e coberta por um dossel, onde se encontra um homem coroado, que traz um cetro em sua mão direita. Na parte frontal do carro (a única visível), em boa parte dos tarôs clássicos, há um escudo com duas letras, que variam com as editoras das lâminas.


Os dois cavalos olham para a esquerda, mas a sua disposição é tal que parecem andar cada um para o seu lado. O cavalo da esquerda levanta a pata direita, e o da direita, a pata esquerda.

O homem, que tem uma coroa do tipo das de marquês, tem a mão esquerda sobre um cinto amarelo, na altura da cintura, e na mão direita traz um cetro que termina por um ornamento esférico encimado por um cone. O peito do personagem está coberto por uma couraça. Cada um dos seus ombros está protegido por uma meia-lua, com rostos de expressão diferente.

Significados simbólicos :


Contemplação ativa, repouso. Vitória, triunfo.
 setenário sagrado, a realeza, o sacerdócio.
O Magistério. Superioridade. Realização.

Para alguns o carro seria de Osíris, para outros o que conduziu o profeta Elias aos céus. O carro significa o ser humano equilibrado e portanto bem sucedido, que foi capaz de decidir corretamente.


O carro é uma das cartas mais felizes do Tarô, pois promete realização e sucesso em todos os sentidos. No plano físico, representa a submissão dos elementos da natureza e da matéria ao talento e a inteligência do homem, portanto, para o consulente, a influência do carro é positiva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentar é livre, criticas serão aceitas sempre, mas comente com responsabilidade, palavras de baixo calão, palavrões e imoralidades terão os comentários excluídos.